Delmina Maria Freitas Ormonde Borges Inspetora Regional das Atividades Culturais
Nota Biográfica

Delmina Maria Freitas Ormonde Borges é Licenciada em Direito, pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

É membro efetivo da Ordem dos Advogados, Conselho Regional de Lisboa.

De setembro de 2021 a outubro de 2023, Chefe de Divisão da Divisão de Assuntos Jurídicos e Auditoria, da Direção Regional da Solidariedade Social, da Vice-Presidência do Governo Regional. 
De 2020 a 2023 membro da Comissão Paritária da Vice-Presidência do Governo Regional. 

De junho de 2019 a setembro de 2021, Técnico Superior na Divisão de Assuntos Jurídicos e Auditoria, da Direção Regional da Solidariedade Social, da Secretaria Regional da Solidariedade Social. 

De fevereiro de 2019 a maio de 2019, Encarregado de Proteção de Dados da Secretaria Regional da Educação e Cultura. 

De dezembro de 2018 a maio de 2019, Técnico Superior na Direção de Serviços de Recursos Humanos, da Direção Regional da Educação, da Secretaria Regional da Educação, Cultura e Desporto. 

De janeiro de 2009 a novembro de 2011, Assessora jurídica na Associação de Agências de Talentos de Portugal. 

De maio de 2008 a junho de 2011, Coordenadora do evento cultural “Chiado na Moda”, em Lisboa.
De agosto de 2001 a março de 2014, Advogada, em prática individual. 
De dezembro de 2001 a setembro de 2013, Autarca, Presidente de Assembleia de Freguesia (Mártires – Lisboa). 

Participou em diversos seminários, conferências e cursos de formação em áreas relacionadas com as funções que tem desempenhado: Legística, Gestão de Conflitos, Definição de Objetivos e Monitorização (SIADAPRA), Avaliação de Necessidades de Formação e Elaboração de Planos de Formação em Organismos Públicos, Revisão Excecional e Temporário da Revisão de Preços, Implementação do Regulamento Geral de Proteção de Dados, Código dos Contratos Públicos na RAA, Introdução à Administração Pública, AcinGov – Plataforma eletrónica de compras públicas e I Conferência Regional “A Prevenção da Corrupção e Transparência”.