Artigo sem Imagem
Agenda
4 de Outubro 2022 Agenda do Governo Regional dos Açores para 5 e 6 de outubro QUARTA-FEIRA, DIA 5: 09H45 - A Secretária Regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas, Berta Cabral, preside à inauguração da estátua do Caminhante – Azores Trails Fest. Local: percurso pedestre Serra do Topo - Fajã dos Vimes (PR02 SJO). QUINTA-FEIRA, DIA 6: ATIVIDADES DO PRESIDENTE DO GOVERNO: 09H00 - O Presidente do Governo, José Manuel Bolieiro, preside às comemorações do 100.º aniversário da atividade da Portos dos Açores. Local: Azoris Royal Garden, em Ponta Delgada. 18H00 - O Presidente do Governo, José Manuel Bolieiro, está presente na conferência “Gaspar Frutuoso, um Homem do Renascimento”, no âmbito do “Congresso Comemorativo dos 500 Anos do Nascimento de Gaspar Frutuoso”. Local: Palácio Sant’Ana, em Ponta Delgada. ATIVIDADES DOS OUTROS MEMBROS DO GOVERNO: 10H30 - O Subsecretário Regional da Presidência, Pedro de Faria e Castro, recebe, em audiência em representação do Presidente do Governo, a Presidente Nacional da Cruz Vermelha Portuguesa, Ana Jorge. Local: SSRP, rua Conselheiro Dr. Luís Bettencourt, n.º 16, em Ponta Delgada. 13H30 - A Secretária Regional da Educação e dos Assuntos Culturais, Sofia Ribeiro, participa no II Seminário “Biodiversidade e Património Cultural Subaquático”, no âmbito do projeto Margullar 2. Local: Biblioteca Pública e Arquivo Regional João José da Graça, na Horta. 14H00 - O Secretário Regional do Mar e das Pescas, Manuel São João, participa na reunião do Grupo de Trabalho das Pescas da Conferência das Regiões Periféricas Marítimas (CRPM). Local: rue de la Loi, em Bruxelas. NOTA: indica-se a hora local, mais duas do que nos Açores.
more
Audiência a delegação do Sindicato dos Jornalistas nos Açores.
Nota de Imprensa
4 de Outubro 2022 Presidente do Governo recebeu Direção dos Açores do Sindicato dos Jornalistas O Presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, recebeu hoje em audiência a representação nos Açores do Sindicato dos Jornalistas, adiantando que está em preparação um novo regime jurídico de apoio à comunicação social privada da região. “Vejo, como cidadão e Presidente do Governo, a comunicação social livre, independente e imparcial como o melhor agente na defesa da liberdade e pluralidade de opinião em democracia, declarou José Manuel Bolieiro, no final da audiência. O governante falava aos jornalistas no Palácio de Sant’Ana, depois de se ter reunido com Marta Silva, Presidente da Direção Regional do Sindicato, e Saes Furtado, Secretário da mesma Direção. José Manuel Bolieiro ficou a saber da intenção de se realizar um congresso sobre a profissão nos Açores, garantindo apoio do Governo dos Açores nesta missão de “pensar, refletir e fazer uma avaliação do estado da arte”. O governante lembrou ainda o papel de “referência” da região no campo das notícias, nomeadamente no que à imprensa escrita diz respeito, com o “segundo título mais antigo da Europa em continuidade” e centenas de edições ao longo dos séculos espalhadas pelas várias ilhas. Um novo regime jurídico de apoio financeiro à comunicação social privada, com “objetividade nos apoios e critérios”, e que permita “não apenas a sustentabilidade da empresa, mas um compromisso pela valorização” dos profissionais da mesma foi anunciado pelo Presidente do Governo, que garantiu bom acolhimento das propostas apresentadas sobre o tema pelo Sindicato dos Jornalistas.
camera detail
more
Artigo sem Imagem
Nota de Imprensa
4 de Outubro 2022 Publicado anúncio do concurso público internacional da empreitada do Tecnopolo-Martec, na Horta Na sequência de Resolução do Conselho do Governo, foi hoje publicado no Jornal Oficial da Região Autónoma dos Açores o anúncio relativo ao concurso público, com publicidade no Jornal Oficial da União Europeia, para celebração do contrato de “Empreitada do Tecnopolo– MARTEC - PRR”, com um preço base de 13,9 milhões de euros, a que acresce o IVA à taxa legal em vigor, e com o prazo limite de execução fixado para o dia 31 dezembro de 2024, cujo financiamento está integrado no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). O prazo para apresentação de propostas, através da plataforma eletrónica AcinGov, encontra-se a decorrer por um período de 30 dias consecutivos a contar da data do envio para publicação dos anúncios, que ocorreu ontem. O Tecnopolo - MARTEC é um complexo organizado em três grupos, constituídos por uma Incubadora Azul (6.564,59 m2 de área bruta de construção), um Centro de Aquicultura (2.455,05 m2 de área bruta de construção) e um espaço de laboratórios destinado à integração da equipa de gestão do Parque Marinho dos Açores (170,23 m2 de área bruta de construção). A Incubadora Azul engloba uma vertente empresarial, que terá o objetivo de promover e apoiar o desenvolvimento de atividades e a realização de eventos relacionados com atividades económicas de interesse regional ligadas à economia do mar. O Centro de Aquicultura dos Açores contará com instalações adequadas à exploração de culturas aquícolas em espaços laboratoriais/experimentais, de modo a promover uma aquicultura ambientalmente sustentável e inovadora e promover a proteção da biodiversidade aquática. O Parque Marinho dos Açores, através da construção de um laboratório húmido e seco, ficará dotado de capacidade para monitorizar o meio marinho, bem como as atividades que aí se desenvolvem, no âmbito das suas competências, com base em técnicas de deteção remota e com especial enfoque nas áreas marinhas protegidas.
more
Seminário Técnico sobre Economia Circular - Cartaz
Nota de Imprensa
4 de Outubro 2022 Secretaria Regional do Ambiente e Alterações Climáticas promove Seminário Técnico sobre Economia Circular A Secretaria Regional do Ambiente e Alterações Climáticas promove, nos dias 6 e 7 de outubro, quinta-feira e sexta-feira, na Praia da Vitória, um Seminário Técnico sobre Economia Circular, com o objetivo de divulgar, sensibilizar e debater o conceito junto dos diversos setores de atividade, com vista a envolver ativamente as entidades interessadas. Esta será uma grande oportunidade para debater o futuro da Economia Circular na região, juntar todos os intervenientes e parceiros e promover um forte momento de divulgação. As especificidades dos Açores tornam a Economia Circular numa necessidade evidente para a sustentabilidade regional, dando resposta aos novos desafios europeus em termos da implementação de uma economia verde. Com este seminário, pretende-se promover o diálogo com especialistas, bem como a partilha de experiências e de conhecimentos relacionados com a transição para modelos de Economia Circular. A transição necessária assinala uma mudança do paradigma de modelo económico, promovendo ativamente o uso eficiente dos recursos, através de produtos, processos e modelos de negócio, assentes na desmaterialização, reutilização, reciclagem e recuperação dos materiais. A dinamização do seminário, que integra 24 oradores especialistas em diferentes áreas, está integrada num conjunto de projetos em desenvolvimento, dos quais se destaca a elaboração da Agenda para a Economia Circular da Região Autónoma dos Açores, a plataforma para a circularidade e o guia de boas práticas para eventos circulares, ações financiadas pelo programa REACT-EU: Projeto Economia Verde – Promoção de medidas e apoio ao investimento para elementos de economia circular dos Açores, com um investimento total de 500 mil euros. No dia 6 de outubro, durante a manhã, o seminário contará com a presença de Ana Rodrigues, Diretora Regional do Ambiente e Alterações Climáticas, que abordará a Agenda para a Economia Circular da Região Autónoma dos Açores, cujo desenvolvimento teve início este ano e cujo término se prevê para 2023; com Dália Leal, Chefe de Divisão de Resíduos da Direção Regional do Ambiente e Alterações Climáticas, que apresentará o projeto financiado pelo REACT-EU para a elaboração do Roteiro para a Neutralidade Carbónica; com Ana Cristina Carrola, da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), que fará uma palestra sobre Economia Circular; com Rosa Onofre da CCDR do Alentejo, que fará a apresentação do Fórum para a Economia Circular do Alentejo e com Cláudia Sá, da Direção Regional do Ambiente e Alterações Climáticas da Madeira, que fará a apresentação da Agenda da Região Autónoma da Madeira para a Economia Circular. Posteriormente, durante a tarde, Cristina Rocha, do Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG) fará uma palestra sobre Modelos de Negócios Circulares, seguida de João Wengorovius Meneses, do Business Council for Sutainable Development (BCSD Portugal), que fará uma palestra sobre simbioses industriais. De seguida, terá lugar uma sessão de apresentação de Boas Práticas de Economia Circular, que contará com a presença de Francisco de Sousa Fernandes, diretor do Laboratório Regional de Engenharia Civil (LREC), para apresentar o projeto REBUILD 17; de Raquel Galante, da Associação Fibrenamics Azores, para falar sobre o desenvolvimento de fibra da caseína, a partir de leite não alimentar, produzido na região dos Açores; de Sérgio Loureiro da SustainUtility Atlantic Biotec, para falar sobre o projeto Mar4Terra – biorrefinaria de resíduos alimentares; de Joana Ávila para apresentar o projeto Begs & Bags e de Ana Almeida, da Boa Fruta, Lda., para falar sobre a produção de mobiliário a partir de fibra de folha de ananás. No dia 7 de outubro, durante a manhã, irão ser desenvolvidas diversas sessões temáticas em simultâneo. Uma delas versa sobre ferramentas de diagnóstico de desempenho em Economia Circular, e será dinamizada por Paula Silvestre e por Francisco Salgueirinho Moreira, da Associação Empresarial de Portugal (AEP); outra sobre a valorização de subprodutos e resíduos, dinamizada por Inês Gomes, da Associação Smart Waste Portugal; outra sobre avaliação do ciclo de vida, dinamizada por Cristina Rocha e por Paula Trindade do Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG); outra sobre Desperdício alimentar, dinamizada por Iva Pires, da Universidade Nova de Lisboa e outra sobre a gestão de fluxos materiais, dinamizada por Cândida Rocha, da Universidade Lusófona. Posteriormente, durante a tarde, serão desenvolvidas mais quatro sessões temáticas; uma sobre digitalização na agricultura, dinamizada por Tiago Sá, da Wisecrop; outra sobre economia circular, focada em resíduos de hotelaria, dinamizada por Maria José Nunes da CCDR do Algarve; outra sobre Eco-design, dinamizada por Nieta da Ponta Rocha, do Circular Blue Group e outra sobre a temática das compras sustentáveis e circulares, dinamizada por Paula Trindade, do LNEG. O evento conta ainda com a presença de Marcos Couto, Presidente da Câmara do Comércio e Indústria dos Açores e de Sónia Silva, administradora executiva da TERAMB, Empresa Municipal de Gestão e Valorização Ambiental da ilha Terceira, como moderadores, e com a presença da Presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Vânia Ferreira, do Presidente da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, Álamo Meneses, e da Presidente da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos dos Açores (ERSARA), Sónia Santos. Até ao momento, o evento conta com mais de 130 inscritos.
camera detail
more
Inauguração loja Logislink
Nota de Imprensa
4 de Outubro 2022 Presidente do Governo enaltece “visão estratégica” do grupo Sousa com investimento nos Açores O Presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, saudou na segunda-feira a “visão estratégica” do grupo Sousa, que inaugurou, pela Logislink, empresa de logística da entidade, um novo terminal logístico em Ponta Delgada. “Este investimento não trata apenas da história, mas sobretudo do nosso futuro coletivo e económico”, sublinhou o Presidente do Governo, falando na inauguração do espaço. Luís Miguel Sousa, fundador e Presidente do grupo, concretizou, com o seu “impulso empreendedor” e “a sua visão estratégica e atlântica” um “investimento verdadeiramente impressionante e impulsionador” da nossa regional, defende José Manuel Bolieiro. O governante elogiou os “princípios e valores” do grupo Sousa, semelhantes aos das empresas açorianas: a procura pela sustentabilidade ambiental e económica, a fixação de “empregabilidade sólida” e a “criação de riqueza” foram elementos apontados. “As políticas públicas do Governo acompanham estes valores e estes princípios: sustentabilidade ambiental, económica, empreendedorismo e criação de riqueza. Vale a pena assegurar meios financeiros e uma estratégia tributária amiga do investimento que dê retorno à concretização dos princípios apresentados”, prosseguiu o Presidente do Governo. A Logislink investiu 11,5 milhões de euros no novo terminal logístico em Ponta Delgada, inaugurado na segunda-feira. O terminal, diz a empresa, criará 40 postos de trabalho diretos, e tem uma área total de 30.000 metros quadrados, uma área coberta de 8.500 metros quadrados e capacidade para armazenar 6.000 paletes. O grupo Sousa tem sede no Funchal, na Madeira, e abrange as áreas do transporte marítimo de carga e de passageiros, logística integrada e energia.
camera detail audio detail
more

HomeMapPortlet