4 de Março 2022 - Publicado há 270 dias, 9 horas e 55 minutos
Governo dos Açores lança concurso para construção do novo edifício do Serviço de Classificação de Leite de São Miguel (SERCLA)
location Angra do Heroísmo

Secretaria Regional da Agricultura e do Desenvolvimento Rural

O Conselho do Governo autorizou a abertura do procedimento de formação do contrato de empreitada de obras públicas, mediante a realização de concurso público, com vista à execução da empreitada de construção do novo edifício do Serviço de Classificação de Leite de São Miguel (SERCLA), com o preço base estimado de 1,8 milhões de euros e prazo de execução de 18 meses.

O novo edifício será construído em terreno próprio já reservado para o efeito, destinado a laboratório e serviços administrativos do SERCLA na ilha de São Miguel, incluindo todas as valências necessárias ao normal funcionamento de uma unidade desta natureza, nomeadamente ao nível das especificidades laboratoriais, acesso e circulação de trabalhadores e de utentes, bem como das edificações de apoio necessárias.

Este concurso resulta do facto de as atuais instalações não assegurarem o crescimento, a intensificação e a consolidação do trabalho previsto, não só em termos de capacidade de resposta ao mercado, mas também em termos de disponibilidade dos espaços físicos que permitam o estabelecimento dos circuitos laboratoriais que as normas internacionais exigem, nesta nova dimensão.

A produção leiteira é considerada a principal atividade económica dos Açores. Assente em pastagens de excelente qualidade, a fileira, no seu todo, tem conhecido uma evolução ímpar em termos de produtividade, de qualidade da matéria-prima, da modernização do parque industrial instalado e, em consequência, da diversificação e valorização dos produtos lácteos resultantes.

Nesse contexto, o SERCLA, serviço público responsável pela classificação do leite tutelado pelo Instituto de Alimentação e Mercados Agrícolas (IAMA- IPRA.), nos seus laboratórios sedeados nas ilhas de São Miguel e Terceira, executa diariamente um conjunto de análises, físico-químicas e microbiológicas, ao leite produzido em todas as explorações da Região.

Dessas análises, resultam um elevado número de indicadores, com base nos quais se forma o preço de leite pago ao produtor pelas diferentes indústrias regionais.

Os dados fornecidos regularmente pelo SERCLA às indústrias e aos produtores permitem que o leite seja remunerado em função, não só da sua qualidade em termos de constituintes sólidos, mas também das condições higieno-sanitárias que apresenta.

© Governo dos Açores | Fotos: SRADR

Partilhar