25 de Janeiro 2022 - Publicado há 205 dias, 3 horas e 1 minutos
Comunicado da Autoridade de Saúde Regional
location Angra do Heroísmo

Secretaria Regional da Saúde e Desporto

Últimas 24 horas:      

Diagnosticados 1.083 os novos casos positivos de covid-19, sendo 666 em São Miguel, 272 na Terceira, 73 no Faial, 44 no Pico, 15 nas Flores, nove na Graciosa, dois em São Jorge e dois em Santa Maria, resultantes de 3.582 análises.  

Em São Miguel foram registados 274 novos casos positivos no concelho de Ponta Delgada, 162 no concelho da Ribeira Grande, 67 no concelho da Lagoa, 65 no concelho de Vila Franca do Campo, 65 no concelho de Nordeste e 33 no concelho da Povoação. 

Na Terceira foram registados 201 novos casos no concelho de Angra do Heroísmo e 71 no da Praia da Vitória. 

O Faial registou 73 novos casos positivos no concelho da Horta. 

No Pico há 26 novos casos positivos no concelho da Madalena, 13 no de São Roque e cinco no das Lajes. 

A ilha das Flores registou 10 novos casos positivos no concelho de Santa Cruz e cinco no das Lajes. 

A Graciosa registou nove novos casos no concelho de Santa Cruz. 

Em São Jorge foram diagnosticados dois novos casos positivos no concelho da Calheta e o mesmo número de casos foi registado em Santa Maria, concelho de Vila do Porto. 

Internamentos:      

À data de hoje estão 52 pessoas internadas, sendo 38 no Hospital do Divino Espírito Santo, em São Miguel (duas em cuidados intensivos), 12 no Hospital de Santo Espírito da ilha Terceira (duas em cuidados intensivos) e duas no Hospital da Horta. 

Recuperações:      

Nas últimas 24 horas foram registadas 282 recuperações.    

Situação atual:  

O arquipélago regista presentemente 8.526 casos positivos ativos, sendo 6.254 em São Miguel, 1.484 na Terceira, 314 no Pico, 278 no Faial, 89 em São Jorge, 52 nas Flores, 32 na Graciosa e 23 em Santa Maria.  

Desde 31 de dezembro de 2020 e até 20 de janeiro corrente, 205.209 pessoas tinham nos Açores a vacinação primária completa (86,8%) da população e 72.582 tinham já recebido a dose de reforço (30,7%). 

© Governo dos Açores

Partilhar