17 de Março 2023 - Publicado há 397 dias e 12 minutos
Governo tem criado “pressupostos e condições” para maior adesão a veículos elétricos, realça José Manuel Bolieiro
location Ponta Delgada

Presidência do Governo Regional

O Presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, sublinhou hoje que tem sido desígnio da governação criar os “pressupostos e as condições” para uma maior adesão à mobilidade elétrica” e à aquisição de viatura elétricas na Região.

No atual contexto mundial, feito de “transições”, a mobilidade elétrica representa ganhos a vários níveis, nomeadamente “a favor de um desenvolvimento sustentável”, precisou o governante.

José Manuel Bolieiro falava após uma visita centro médico Forjaz Sampaio, em Ponta Delgada, que adquiriu quatro viaturas elétricas com recurso a apoios públicos e instalou um posto de abastecimento.

“Estamos a planear igualmente, em boa coordenação com a própria EDA e privados, a colocação de mais postos de abastecimento” para o carregamento destas viaturas, declarou ainda o Presidente do Governo.

“Quero deixar, em nome do Governo, da cidadania em geral, uma palavra de apreço à Doutora Teresa Forjaz Sampaio e ao seu empreendedorismo pela opção por uma frota elétrica. Dá um bom exemplo”, vincou ainda.

O Governo dos Açores investiu, desde o início de 2023, mais de 294 mil euros em mobilidade elétrica, incentivando a compra de 72 veículos e a instalação de 20 postos de carregamento.

Na dotação inicial para este ano está prevista mais de um milhão de euros de investimento nesta área, valor superior à dotação revista de 2022 (797 mil euros).

A mobilidade elétrica visa, entre outros aspetos, garantir uma menor dependência energética, suportada numa mobilidade sustentável; o incremento da utilização de energia renovável no setor dos transportes; aumento da eficiência energética; redução das emissões de CO2 e do nível de ruído; e aumento da penetração de energia renovável na produção de eletricidade, através do carregamento noturno dos veículos elétricos, com vantagens tarifárias.

© Governo dos Açores | Fotos: MM

Partilhar