Entrega da composição do XIV Governo ao Representante da República para os Açores, Pedro Catarino
Nota de Imprensa
1 de Março 2024 Composição do XIV Governo dos Açores mantém condições para “governação consistente e reformista”, afiança José Manuel Bolieiro O Presidente indigitado do XIV Governo dos Açores, José Manuel Bolieiro, garantiu hoje que a composição do novo Executivo garante as condições para prosseguir na Região uma “governação consistente e uma visão reformista”, dando “continuidade à governação” que lidera desde 2020. José Manuel Bolieiro falava em Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, após a entrega da composição do XIV Governo ao Representante da República para os Açores, Pedro Catarino. “Cumpro o que me comprometi. Apresentei-me ao eleitorado [nas eleições de 4 de fevereiro] com o orgulho da realização da governação que liderei nos últimos três anos”, disse, para sublinhar que além da “consistência e da continuidade”, está também assegurada a estabilidade. “Quero retribuir essa confiança [dos açorianos nas eleições] com a consistência e a continuidade desta governação”, afirmou, apelando à “confiança” dos açorianos na manutenção de uma “visão reformista e uma governação não socialista”, em linha com o projeto que apresentou nas eleições regionais de 2020 e consubstanciado na Agenda de Governação para uma década. O XIV Governo dos Açores, além da Presidência, mantém a Vice-Presidência e nove secretarias regionais, tendo sido extinta a Sub-Secretaria Regional da Presidência e criada a Secretaria Regional dos Assuntos Parlamentares e Comunidades, que será tutelada por Paulo Estevão. O Presidente indigitado explicou que os ajustamentos na composição do XIV Governo dos Açores “correspondem ao saber da experiência adquirida para garantir mais coesão e mais coerência nas soluções que são essenciais para as pessoas”. Artur Lima mantém-se na Vice-Presidência, à qual caberá a articulação entre a cooperação externa e a cooperação económica. Duarte Freitas mantém-se como titular da Secretaria Regional das Finanças, Planeamento e Administração Pública; Berta Cabral mantém-se na Secretaria Regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas e Alonso Miguel mantém-se na Secretaria Regional do Ambiente e Ação Climática. Mónica Seidi irá tutelar a Secretaria Regional da Saúde e Solidariedade Social; Maria João Carreiro será a titular da Secretaria Regional da Juventude, Habitação e Emprego, onde se mantém a Qualificação Profissional; Sofia Ribeiro será a titular da pasta da Educação, Cultura e Desporto. Para a Secretaria Regional do Mar e Pescas entra Mário Pinho, ex-Diretor Regional de Políticas Marítimas, enquanto António Ventura será o titular da Secretaria Regional da Agricultura e Alimentação.
camera detail
more
Artigo sem Imagem
Nota de Imprensa
1 de Março 2024 José Manuel Bolieiro apresenta elenco do XIV Governo dos Açores ao Representante da República O Presidente indigitado do XIV Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, apresentou hoje ao Representante da República para a Região Autónoma dos Açores, Pedro Catarino, a composição do elenco governativo. O XIV Governo Regional dos Açores é composto pelas seguintes personalidades: Presidente do Governo Regional – José Manuel Cabral Dias Bolieiro Vice-Presidente do Governo Regional – Artur Manuel Leal de Lima Secretário Regional das Finanças, Planeamento e Administração Pública - Duarte Nuno d`Ávila Martins de Freitas Secretário Regional dos Assuntos Parlamentares e Comunidades - Paulo Jorge Abraços Estevão Secretária Regional da Educação, Cultura e Desporto - Sofia Heleno Santos Roque Ribeiro Secretária Regional da Saúde e Segurança Social - Mónica Reis Simões Seidi Secretário Regional da Agricultura e Alimentação - António Lima Cardoso Ventura Secretário Regional do Mar e Pescas - Mário Rui Rilhó de Pinho Secretária Regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas - Berta Maria Correia de Almeida de Melo Cabral Secretária Regional da Juventude, Habitação e Emprego - Maria João Soares Carreiro Secretário Regional do Ambiente e Ação Climática - Alonso Teixeira Miguel
more
Berta Cabral  em entrevista à CNN Talks
Nota de Imprensa
29 de Fevereiro 2024 Berta Cabral lembra que Açores são destino turístico de qualidade e não de massas A Secretária Regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas, Berta Cabral, disse hoje, em Lisboa, que, em 2024, o Governo dos Açores vai apostar forte nos mercados da Europa, Estados Unidos da América e Canadá, por forma a desenvolver ainda mais o setor turístico - lembrando que o destino Açores é de excelência e qualidade, não de massas. Berta Cabral falava em entrevista à CNN Talks, subordinada ao tema “Turismo dos Açores, Perspetivas e Desafios”, que se realizou no âmbito da Bolsa de Turismo (BTL), que decorre até 3 de março na FIL e que tem os Açores como destino nacional convidado. A governante reafirmou a contínua aposta no mercado nacional, que é o principal mercado emissor dos Açores, e referiu que 2023 foi um ano extremamente positivo para o turismo nos Açores. “Superámos os melhores registos de desempenho, fomos eleitos como o ‘Melhor Destino de Turismo de Aventura do Mundo’ e conseguimos o ‘Nível IV Prata' na certificação como “Destino Sustentável”. Além disso, 2023 marcou a entrada em vigor do nosso novo Plano Estratégico e de Marketing para o Turismo dos Açores 2030, que nos dá uma perspetiva fresca para o desenvolvimento turístico e uma nova força competitiva para os próximos anos”, realçou. Berta Cabral sublinhou, no entanto, a necessidade de continuar a trabalhar e a acompanhar o mercado, além de prosseguir com o investimento na “qualificação do produto e dos recursos, além de que é fundamental trabalhar, de forma sustentada e determinada, na redução da sazonalidade”. “Somos um destino turístico sustentável em franco crescimento, que oferece a quem nos visita não apenas a natureza propriamente dita como também a natureza humana. A nossa grande ambição é que os Açores sejam, cada vez mais, uma referência do turismo de natureza, primando pela excelência das experiências em terra e no mar, mas também na valorização da nossa natureza humana, ou seja da nossa identidade”, adiantou. A Secretária Regional referiu-se, ainda, à primeira Rede Integrada de Atividades de Natureza e Aventura, que conjugará diversas atividades, como os trilhos pedestres, birdwatching, cycling e canyoning, adiantando que está já em preparação a implementação de novas rotas de pedestrianismo que proporcionarão experiências únicas e levarão os visitantes a mais locais das ilhas açorianas. Berta Cabral afirmou que ter turismo todo o ano em todas as ilhas “é uma missão definida com convicção, que representa progresso e prosperidade em toda a Região”. “Em todas as ilhas dos Açores há ainda uma grande margem para crescer e que em nenhuma delas há qualquer indício de massificação ou insustentabilidade turística”, acentuou. A Secretária Regional da tutela disse, ainda, que os Açores têm grande potencial de crescimento no setor do turismo, um sector que impacta   transversalmente em toda a economia, e manifestou-se confiante relativamente a 2024.   E prosseguiu: "o turismo tem de criar valor para a economia, tem de criar valor para as populações. O turismo só é bom se for bom para os visitantes e para os residentes”.
more
Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL)
Nota de Imprensa
29 de Fevereiro 2024 Diário de Bordo Cultura Açores apresentado na edição deste ano da BTL A Secretaria Regional da Educação e dos Assuntos Culturais, através da Direção Regional dos Assuntos Culturais e em parceria com a Direção Regional do Turismo, apresentou na tarde desta quarta-feira, na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), o projeto Diário de Bordo Cultura Açores. Numa sessão incluída na programação açoriana desta quarta-feira, João Paulo Constância, diretor do Museu Carlos Machado, e Diana Santos, Técnica Superior da Direção Regional dos Assuntos Culturais, apresentaram o Diário de Bordo Cultura Açores - projeto lançado em setembro de 2023 para incentivar o roteiro de visita aos oito museus da Região, Ecomuseu do Corvo e Arquipélago-Centro de Artes Contemporâneas, com o objetivo de incluir o produto turístico-cultural nas dinâmicas turísticas do destino Açores que é, este ano, a região nacional convidada da BTL. Inspirado no colecionismo, no ‘scrapbooking’ e na ‘sticker art’, este produto corresponde a um diário de viagem focado nos 22 espaços visitáveis e coleções associadas, pertencentes aos 10 serviços com funções museológicas existentes nas nove ilhas. Proporciona-se um produto que sirva de suporte para registo, de uma forma pessoal, das experiências de visita pelos seus utilizadores, conferindo-lhes, simultaneamente, vantagens, por meio de descontos em publicações e serviços, e ainda prémios de assiduidade, a atribuir em função de três níveis de conclusão do roteiro de visita à rede de espaços em apreço. O projeto pretende facilitar o envolvimento dos cidadãos, enquanto consumidores de cultura e promover a fruição da multiplicidade dos aspetos culturais abordados nos diferentes equipamentos culturais visados, acentuando que essas temáticas se complementam e contribuem para uma noção de um todo cultural identitário.
more
Lar D. Pedro V
Nota de Imprensa
29 de Fevereiro 2024 Aberto concurso para ampliação da unidade de cuidados continuados do Lar D. Pedro V A Vice-Presidência do Governo Regional dos Açores, através da Direção Regional da Solidariedade Social, informa que o Lar D. Pedro V lançou o concurso público, com um preço-base de €1.800.000, acrescido de IVA, para a empreitada de ampliação da Unidade de Cuidados Continuados Integrados (UCCI), no concelho da Praia da Vitória. Este procedimento concursal foi publicado hoje em Jornal Oficial da Região Autónoma dos Açores, II SÉRIE - n.º 43, com o Anúncio n.º 68/2024 de 29 de fevereiro de 2024. O presente investimento, segundo Artur Lima, corresponde a uma “reivindicação de muito tempo” do Lar D. Pedro V que irá oferecer uma “resposta reforçada de cuidados de saúde e apoio social” a 23 utentes. “A nova ala terá capacidade para acolher 20 utentes para cuidados continuados, dois para cuidados paliativos e um para serviço de observação, totalizando 23 utentes, quando atualmente existem apenas 12 camas para esta finalidade no Lar D. Pedro V”, realçou. E continuou: “o Governo dos Açores pretende, assim, responder às listas de espera existentes nesta resposta social, adequando a capacidade instalada às necessidades da população”. A empreitada, financiada por verbas do Programa Açores 2030, terá um prazo de execução previsto de 540 dias. Incluindo a empreitada, a fiscalização, o equipamento e outras despesas, a ampliação da UCCI do Lar D. Pedro V implica um investimento global de €2.984.680,00, financiado pela Vice-Presidência do Governo Regional.
more

HomeMapPortlet