Artigo sem Imagem
Nota de Imprensa
28 de Outubro 2021 Candidaturas a programas de apoio ao ingresso e permanência no ensino superior abrem a 29 de outubro Na sequência da conferência de imprensa, realizada a 4 de outubro de 2021, onde o Vice-Presidente do Governo Regional dos Açores, Artur Lima, anunciou a criação de programas de apoio ao ingresso, frequência e permanência no ensino superior, vem este departamento governamental informar o seguinte:  O período de candidaturas aos programas de atribuição de bolsas de estudo e de apoio ao pagamento de propinas a estudantes do ensino superior vigorará entre 29 de outubro e 12 de novembro de 2021. As candidaturas aos apoios referidos são formalizadas em formato online, através do seguinte link: https://apoioaoensinosuperior.azores.gov.pt/  - este link ficará disponível a partir das 00h00 de dia 29 de outubro. O Programa de Apoio ao Pagamento de Propinas a Estudantes do Ensino Superior é regulamentado pela Resolução do Conselho do Governo n.º 241/2021, de 11 de outubro (https://jo.azores.gov.pt/api/public/ato/6c5c7d47-8e43-4c3f-94e8-c9adc36b2ce2/pdfOriginal), sendo que os procedimentos de candidatura estão plasmados na Portaria n.º 115/2021, de 28 de outubro (https://jo.azores.gov.pt/api/public/ato/dee4f054-2aec-4abf-8724-b508f774ef5d/pdfOriginal). Caso seja necessário algum esclarecimento relativo a este programa, o requerente deve utilizar o seguinte endereço eletrónico: propinas@azores.gov.pt. O Programa de Atribuição de Bolsas de Estudo a Estudantes do Ensino Superior é regulamentado pela Resolução do Conselho do Governo n.º 242/2021, de 11 de outubro (https://jo.azores.gov.pt/api/public/ato/b4ee1b30-5442-4dd9-8628-5b9f697dd3eb/pdfOriginal), sendo que os procedimentos de candidatura estão plasmados na Portaria n.º 116/2021, de 28 de outubro (https://jo.azores.gov.pt/api/public/ato/5e11d698-07b1-4018-9605-b546e1d41ad0/pdfOriginal). O programa de atribuição das bolsas de estudo é financiado pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), estando previsto, em 2021, a atribuição de 150 bolsas. Caso seja necessário algum esclarecimento relativo a este programa, o requerente deve utilizar o seguinte endereço eletrónico (bolsasdeestudo@azores.gov.pt).
more
 Concerto multimédia com violoncelo e piano em São Jorge
Nota de Imprensa
28 de Outubro 2021 Secretaria Regional da Cultura, da Ciência e Transição Digital promove concerto multimédia com violoncelo e piano em São Jorge A Secretaria Regional da Cultura, da Ciência e Transição Digital, através da Direção Regional da Cultura, promove, no dia 5 de novembro, pelas 18h30, a realização do concerto multimédia “As ilhas dos Açores de Francisco Lacerda”, com violoncelo e piano, no Auditório Municipal de Velas, em São Jorge. O concerto baseia-se num espetáculo multimédia, com entrada gratuita, que transmitirá, de forma contemporânea, a obra de Francisco Lacerda (São Jorge - 1870-1934), através de uma projeção de vinte e quatro pequenos vídeos, com filmagens das ilhas dos Açores, que serão manipulados ao vivo, ao ritmo da música interpretada. As peças serão interpretadas por Marcelo Guarini, ao piano, por Natália Bauer, ao violoncelo, e por Tomás Melo, na multimédia. Marcello Guarini concluiu o Curso Superior de Piano no Conservatório Domenico Cimarosa de Benevento, Itália, em 1989, e posteriormente teve aulas de aperfeiçoamento em Bari com o pianista Hector Pell. Atuou em diferentes cidades de Itália e, desde 2004, é professor do Conservatório Regional da Horta, tendo realizado inúmeros concertos, quer a solo, quer em diferentes formações camerísticas, para várias instituições, nomeadamente a Direção Regional da Cultura dos Açores, Centro Cultural de Beja, Centro Cultural de Lagos, Assembleia Legislativa dos Açores, Museu da Horta e numerosas câmaras municipais de Portugal continental e dos Açores. A partir do ano 2011, apresenta-se com regularidade em formação de duo de câmara com a violoncelista Natália Bauer. Natalia Bauer terminou a Licenciatura no ano 1998, na Escola Superior de Musica de Saratov, Rússia, com qualificação de concertista, artista de orquestra e professora. Trabalhou, durante muitos anos, na orquestra sinfônica da Filarmónica de Saratov e foi regente e arranjadora da Orquestra Juvenil na cidade Kursk e fundadora do conjunto de violoncelistas, guitarristas e do quarteto de cordas da mesma cidade. A partir de 2005, trabalha como professora de violoncelo no Conservatório Regional da Horta, sendo que já realizou numerosos concertos em vários agrupamentos nas ilhas e no Continente. Tomás Melo, nascido em Évora, em 1982, e a residir, desde 2007, na Horta, é licenciado em Arquitetura pela Faculdade de Arquitetura de Lisboa. Recebeu a menção honrosa do Prémio Mobilidade 2005, atribuído pela Ordem dos Arquitetos, e em 2006 colaborou no atelier João Luís Carrilho da Graça. Trabalha, desde 2015, como arquiteto em nome individual e foi o realizador curtas metragens ‘As Casas”, ‘Caixas’ e ‘A sina da Menina que tinha Sardinhas na Cara’, vencedora do C(H)ORTAS 2018, melhor filme faialense e prémio melhor fotografia no festival Veja Mais Filmes. É criador do vídeo digital dos projetos ‘As ilhas dos Açores de Francisco Lacerda’ e ‘Blue Sea Project’, Diretor do jornal Fazendo e do Festival Maravilha, e desenvolve na área do design de projetos gráficos com o ateliê ilhasCook. Leciona diversas oficinas de desenho, reciclagem, banda desenhada e educação e participa regularmente na seleção de filmes do Cineclube do Faial, sendo também organizador da mostra de cinema anarquista CineJulião, desde 2008. A Direção Regional da Cultura informa que estes e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal Cultura Açores, no seguinte endereço eletrónico: www.culturacores.azores.gov.pt.
camera detail
more
Artigo sem Imagem
Nota de Imprensa
28 de Outubro 2021 Secretaria Regional das Obras Públicas e Comunicações promove formação “Ondas no Oceano - Extremos e Análise Espectral” A Secretaria Regional das Obras Públicas e Comunicações, através do Laboratório Regional de Engenharia Civil (LREC), promove hoje e amanhã, nas suas instalações, uma ação de formação sob a designação “Ondas no Oceano- Extremos e Análise Espectral”. Os interessados poderão frequentar a formação presencialmente ou remotamente. Mundialmente, o aumento das trocas comerciais e a náutica de recreio obrigaram à expansão portuária, levando ao aparecimento de novos portos e marinas, bem como à melhoria dos existentes, expansão e manutenção.  Assim, é clara a crescente importância assumida, em múltiplos aspetos, pelos portos e marinas, o que tem determinado que a engenharia portuária, ramo relevante da Engenharia Civil, seja atualmente considerada área de atividade de grande importância.  As obras marítimas são estruturas sobre as quais se assume grande risco na fase de projeto devido ao grau de incerteza associado às solicitações a que estão expostas e às características dos materiais utilizados na sua construção. A ação de formação sobre “Ondas no Oceano-Extremos e Análise Espectral” cobre as técnicas para a aquisição de dados e caracterização da agitação marítima em águas profundas, fora da plataforma continental, onde a agitação não é influenciada pelo fundo marinho.  É a partir do conhecimento da agitação marítima no oceano que se saberá como é junto à costa, e nos locais onde se localizam as infraestruturas. A ação de formação será lecionada pelo Professor António Trigo Teixeira, da Universidade de Lisboa, ao nível das unidades curriculares dos cursos de engenharia. Neste sentido, esta formação pretende contribuir para a solidificação da formação dos técnicos e profissionais, em particular, todos os que estão ligados à conceção, construção, gestão ou administração de infraestruturas costeiras e portuárias. Esta formação será repartida em dois dias, somando uma duração total de 12 horas, e enquadra-se nas ações de atualização de competências promovidas no Plano de Divulgação do conhecimento Científico e Tecnológico (PDCCT) programado para 2021, pelo LREC, no âmbito das atribuições de divulgação do conhecimento.
more
 Visita estatutária à ilha de São Jorge
Nota de Imprensa
28 de Outubro 2021 Governo Regional dos Açores deixa garantias em São Jorge em áreas como saúde e transportes O Presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, apresentou na quarta-feira à noite, após a reunião do Conselho de Ilha de São Jorge, um conjunto de matérias fechadas ou em progresso que vão responder a pedidos dos cidadãos da ilha em áreas como saúde ou transportes. Uma das matérias abordadas na reunião do Conselho de Ilha, e que José Manuel Bolieiro precisou aos jornalistas no final do encontro, disse respeito ao Centro de Saúde das Velas, que foi visitado pelo Governo na tarde de quarta-feira, no primeiro de dois dias de visita estatutária à ilha. “Este Governo tem a satisfação e a felicidade de ter tornado possível uma reivindicação prioritária e inadiável”, a reabilitação do edifício em causa, declarou o Presidente do Governo. O processo aguarda nesta fase o visto do Tribunal de Contas, sendo que o avançar para um novo projeto, após falhas no anterior, representou uma “decisão acertada” do Governo, advogou José Manuel Bolieiro. No campo do turismo e transportes, o governante abordou junto dos conselheiros de ilha a Tarifa Açores, de viagens aéreas internas até 60 euros para ida e volta, o que garantiu “maior oferta de voos e lugares” dado o seu sucesso, tendo São Jorge sido beneficiada com a medida. “Com a Tarifa Açores toda a região foi um mercado interno”, acrescentou o Presidente do Governo, reconhecendo o “temor” dos conselheiros que, no quadro das futuras Obrigações de Serviço Público (OSP), a oferta de voos não seja suficiente. Independentemente destas obrigações, que representam sempre um “mínimo” de oferta, está “assegurado entre o acionista e a gestão” da SATA que será considerado “o histórico da procura como referência” para eventual reforço de ligações. Já no que refere ao transporte marítimo de passageiros, a ilha de São Jorge, anunciou o Presidente do Governo, terá um navio sediado nas Velas, num processo “em progresso” e que vai “ao encontro da justa reivindicação” dos jorgenses. José Manuel Bolieiro garantiu ainda que o matadouro na ilha irá avançar, num investimento de 7,5 milhões de euros, e revelou que será lançado um concurso público internacional para a gestão da Santa Catarina, sendo obrigatório que sejam mantidos os postos de trabalho por um período de dez anos. O concurso obrigará também à modernização da fábrica e à melhoria dos produtos da empresa. O Governo dos Açores cumpre hoje o segundo dia de visita estatutária a São Jorge, terminando os trabalhos com a realização do segundo Fórum Autonómico.
camera detail audio detail
more
Artigo sem Imagem
Agenda
28 de Outubro 2021 Agenda do Governo Regional dos Açores para 28 de outubro Último dia da Visita Estatutária do Governo Regional à ilha de São Jorge, cumprindo-se o seguinte programa: 09H45 - Reunião com o Presidente e Vereação da Câmara Municipal da Calheta. Local: Paços do Concelho. 11H00 - Reunião com o Núcleo Empresarial de São Jorge da Câmara do Comércio e Indústria de Angra do Heroísmo. Local: Paços do Concelho da Calheta. 13H30 - Conselho do Governo. Local: Museu Francisco Lacerda, rua das Alcaçarias, na Calheta. 15H00 - Visita à Freguesia de Santo Antão, seguida de visita e reunião sobre o Centro Intergeracional e de visita à zona do porto da Calheta e à obra na Calheta. 17H00 - Reunião com os delegados de ilha dos serviços do Governo. Local: Paços do Concelho da Calheta. 18H00 - Reunião com os presidentes das juntas de Freguesia do concelho da Calheta. Local: Paços do Concelho da Calheta. 20H30 - Fórum Autonómico. Local: Auditório Municipal de Velas, avenida da Conceição.
more

HomeMapPortlet