12 de Novembro 2022 - Publicado há 79 dias, 21 horas e 27 minutos
Berta Cabral regozija-se com realização da Bienal Ibérica de Património Cultural 2023 em Angra do Heroísmo
location Ponta Delgada

Secretaria Regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas

Em 2023, a 14.ª edição da Bienal Ibérica de Património Cultural vai realizar-se em Angra do Heroísmo, coincidindo com o 40.º aniversário da atribuição, por parte da UNESCO, do reconhecimento desta cidade como Património da Humanidade.

Para a Secretária Regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas, Berta Cabral, “é motivo de grande regozijo e um notório reconhecimento da riqueza cultural e patrimonial” da região.

O anúncio foi feito em Valladolid, Espanha, na abertura da edição deste ano da Bienal Ibérica, durante a qual Berta Cabral interveio por videoconferência, ao que se seguiu um vídeo promocional dos Açores.

A Secretária Regional reconheceu “a importância que este evento, partilhado entre Portugal e Espanha, representa para a valorização da identidade açoriana e para o património material e imaterial dos povos” e deixou uma palavra de “satisfação e grande orgulho em poder acolher este tão importante evento” em 2023.

“A Região Autónoma dos Açores, apesar de ser conhecida como destino de Natureza, tem um vasto e rico património cultural, construído e preservado ao longo dos seus quase 600 anos de existência. Um património ‘sui generis’, que, mantendo uma identidade açoriana bem vincada, tem a particularidade de se diversificar entre as nove ilhas do arquipélago”, disse.

Berta Cabral destacou, igualmente, “o vasto património cultural imaterial, preservado pela população dos Açores e que se reflete em muitas áreas, como por exemplo, na invulgar gastronomia, que ainda utiliza muitas especiarias que foram introduzidas pelos navegadores das Rotas das Índias”.

“A Bienal comemora a identidade cultural dos povos, uma vertente turística que temos vindo a desenvolver no âmbito da diversificação deste sector, que se revela crucial para a economia açoriana”, prosseguiu.

O facto da Bienal Ibérica de Património Cultural se realizar em outubro de 2023, em Angra do Heroísmo, constitui – segundo a governante – “mais uma importante ferramenta para ajudar a mitigar a sazonalidade turística”.

“Os Açores já são um destino de excelência, mas – e nunca é demais referir – continua a ser nosso objetivo estratégico o desenvolvimento sustentável deste sector, preservando a natureza e o património cultural das nove ilhas”, concretizou.

© Governo dos Açores | Fotos: MM

Partilhar