1 de Julho 2022 - Publicado há 603 dias, 14 horas e 50 minutos
António Ventura presidiu à abertura da VII Bio Feira dos Açores
location Angra do Heroísmo

Secretaria Regional da Agricultura e do Desenvolvimento Rural

O Secretário Regional da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, António Ventura, presidiu hoje à abertura da VII Bio Feira dos Açores, que decorreu no Pavilhão Multiusos do Parque Multissetorial da Ilha Terceira, em Angra do Heroísmo.

Na sua intervenção, António Ventura começou por enaltecer “as potencialidades deste tipo de agricultura”, lembrando que no futuro, todos serão consumidores “deste tipo de produção”.

“O nosso compromisso e responsabilidade, com as novas gerações, é apostar numa política pública direcionada para a agricultura e que tenha como objetivo, modos de produção naturais”, afirmou o Secretário Regional, reforçando que é por isso “fundamental sensibilizar os consumidores que ainda não estão sensibilizados”.

O governante aproveitou para deixar também uma nota à Bio Azorica, pelo facto de ter “insistido e persistido, junto do poder local e regional”, sensibilizado para a prática do modo de produção biológica.

“O Governo Regional, por seu turno, já se demonstrou sensível e assumiu o compromisso de dar continuidade aos Fóruns Bio durante esta legislatura e que têm decorrido por todas as ilhas”, como forma de sensibilização da população.

António Ventura lançou, na ocasião, alguns dados relativos ao trabalho do Governo na área, afirmando: “os Açores têm em 2022 uma área de 3.569 hectares de área biológica, com um aumento de 630%, quando comparada a 2019, altura em que havia 560 hectares. Em 2021, havia 2838 hectares, o que corresponde a um aumento de 200%, quando comparada a 2022”.

“Os resultados são muito objetivos e estão à vista”, sublinhou António Ventura referindo que “houve ainda um aumento de 100 produtores na área, entre 2019 e 2022, correspondente a um acréscimo de 130%”.

O Secretário Regional afirmou ainda que é “um erro os Açores afirmarem-se pela quantidade, antes devem fazê-lo pela sustentabilidade”, reforçando que, este sim, é um trunfo para a Região.

“Há muitas oportunidades na ligação à terra”, sublinhou, dizendo que esta é também “uma forma de contrariar o despovoamento nos Açores e a falta de fixação dos jovens”.

“A agricultura pode desenvolver outro tipo de negócios nos Açores e existe, nesta área, um potencial enorme”, e fez referência ao “papel fundamental das associações e empresas do sector agrícola regionais”.

O Secretário Regional da Agricultura e do Desenvolvimento Regional concluiu a sua intervenção deixando a promessa na “continuidade dos apoios majorados, no âmbito do POSEI e do próximo quadro comunitário de apoio, como o PEPAC”.

© Governo dos Açores | Fotos: MM

Partilhar