5 de Dezembro 2023 - Publicado há 136 dias, 16 horas e 4 minutos
Açores alcançam Nível IV de Prata como Destino Turístico Sustentável
location Ponta Delgada

Secretaria Regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas

Os Açores são a primeira região arquipelágica do mundo com a certificação de “Destino Turístico Sustentável” e acabam de garantir o Nível IV de Prata.

A certificação surge porque a Região respondeu aos critérios do Global Sustainable Tourism Council, organismo internacional de acreditação para a certificação de turismo sustentável.

Para a Secretária regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas, Berta Cabral, esta classificação reforça o posicionamento e a liderança dos Açores em matéria de sustentabilidade turística.

O normativo adotado pela EarthCheck estipula um processo de certificação evolutivo que impõe a conquista progressiva de quatro patamares (prata, ouro, platina e master). O próximo grande objetivo da Região é atingir o Nível Ouro, já em 2024.

Berta Cabral refere que “atingir o Nível Ouro não é um objetivo associado à superficialidade da ostentação de um selo, mas um objetivo crítico pelo simbolismo, pelo poder do exemplo e pelo efeito de mobilização que pode ter”.

“Conseguir esse objetivo será o reconhecimento formal do compromisso convicto, empenhado e diariamente implementado pela Região na defesa intransigente do equilíbrio das nossas dimensões económicas, sociais, ambientais e culturais”, afiança.

E prossegue: “Esta é uma missão que abraçamos com dedicação e entusiasmo, reconhecendo que a sustentabilidade não é um fim, mas um processo de melhoria contínua e sistemática, que tem de ser praticado todos os dias”.

Berta Cabral destaca o papel central que a sustentabilidade ocupa na nova versão do Plano Estratégico e de Marketing do Turismo dos Açores (PEMTA), e, sobretudo, “no desenvolvimento de toda a cadeia de valor do setor”.

“A sustentabilidade é o pilar central do desenvolvimento turístico, no qual assentam quatro objetivos estratégicos fundamentais: consolidar internacionalmente os Açores enquanto destino turístico sustentável; reduzir a sazonalidade e distribuir os fluxos turísticos; elevar os padrões de qualidade e gerar mais valor; alavancar a notoriedade junto do consumidor final”, acentua.

Segundo adianta, “este Plano, construído através de um processo de participação bastante alargado, consubstancia a nossa visão para o turismo nos próximos anos, onde a premissa fundamental assenta em ter turismo todo o ano em todas as ilhas”.

Outro dos instrumentos orientadores do desenvolvimento do setor do turismo é a Cartilha de Sustentabilidade dos Açores, que não se apresenta como apenas um guia, mas como “um compromisso com princípios e práticas que definem a atuação e o contributo das organizações para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável plasmados na Agenda 2030 – inclui diretrizes para minimizar o impacto ambiental, apoiar as comunidades locais e respeitar a riqueza cultural que define os Açores”.

© Governo dos Açores | Fotos: SRTMI

Partilhar