5 de Dezembro 2023 - Publicado há 136 dias, 12 horas e 46 minutos
Artur Lima insiste na correção das tabelas salariais dos trabalhadores da Base das Lajes
location Angra do Heroísmo

Vice-Presidência do Governo Regional

O Vice-Presidente do Governo Regional dos Açores, Artur Lima, avançou hoje, em Angra do Heroísmo, que será agendada uma “comissão laboral extraordinária no início do próximo ano” para “encontrar uma solução técnica para evitar a compressão das tabelas salariais” dos trabalhadores das Base das Lajes.

“Pela primeira vez, os norte-americanos reconheceram que existe um problema a nível laboral na Base das Lajes e mostraram disponibilidade para mexer nas tabelas salariais”, afirmou.

“Naturalmente, que isto exige também o compromisso do Governo da República nesse sentido. Os Açores fizeram aquilo que era seu dever: trazer esse assunto à Bilateral, insistir na resolução do problema e alertar para a injustiça que é esta tabela salarial neste momento”, prosseguiu.

Artur Lima, acompanhado pelo Diretor Regional dos Assuntos Europeus e Cooperação Externa, Carlos Amaral, falava hoje, no Palácio dos Capitães-Generais, em conferência de imprensa de apresentação das conclusões da 50.ª reunião da Comissão Bilateral Permanente (CBP) entre Portugal e os Estados Unidos da América, que decorreu na ilha Terceira.

À comunicação social, o Vice-Presidente do Governo frisou que o Governo dos Açores foi “firme” na “exigência de respostas a nível laboral e ambiental”, lembrando a necessidade de uma solução para as tabelas salariais e a “defesa convicta da descontaminação integral dos solos e aquíferos da Praia da Vitória”.

A nível ambiental, o governante realçou que há o “interesse da parte americana em dar passos significativos na resolução e mitigação desta questão”.

“A delegação dos EUA realçou que vão ser instalados mais sondas de monitorização da contaminação dos solos e aquíferos e comprometeram-se a continuar a remover poluentes do aquífero”, transmitiu.

Artur Lima mostrou agrado em relação à “abertura” dos EUA para “avançar na cooperação científica, tecnológica e na transição energética” e para a disponibilidade em contribuírem para o desenvolvimento socioeconómico da Região.

A terminar, Artur Lima referiu que abordou, durante a reunião, a “possibilidade de instalação de um posto alfandegário avançado dos EUA na ilha Terceira”, assunto que será discutido na próxima Comissão Bilateral Permanente para “aferir da sua viabilidade”.

A 50.ª CBP, que se iniciou na segunda-feira com visitas à Base das Lajes e ao Parque de Ciência e Tecnologia da Ilha Terceira – TERINOV, terminou hoje com a realização da reunião oficial no Palácio dos Capitães-Generais, em Angra do Heroísmo.

© Governo dos Açores | Fotos: VPGR

Partilhar