5 de Dezembro 2023 - Publicado há 86 dias, 5 horas e 6 minutos
Presidente do Governo sublinha papel dos voluntários no diminuir de “carências e solidão de tantos”
location Ponta Delgada

Presidência do Governo Regional

O Presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, visitou hoje, no Dia Internacional do Voluntário, as instalações do Projeto Zero Desperdício, em Ponta Delgada, valorizando o papel “humanitário e humanista” de todos os que contribuem para “diminuir as carências e solidão de tantos”.

“O voluntariado é sobretudo uma atitude humanitária, de um humanismo que podemos no dia a dia dar, cada um de nós, ao outro. Agradeço a todos os voluntários que revelam essa atitude humanista e humanitária. Muito obrigado pelo vosso esforço”, declarou o governante, que esteve acompanhado, entre outros, por Leonor Anahory, Presidente da Associação Sénior de São Miguel, entidade gestora do projeto Zero Desperdício, criado em 2016.

Por muitas “políticas públicas de apoio social” que existam, “há sempre quem precise de uma ajuda”, seja material, financeira ou “também de carinho e contacto direto”, lembra José Manuel Bolieiro.

“Se ficarmos apenas com a sensação que só vale a pena intervir quando resolvemos os problemas do mundo, ficaremos indiferentes. Se acharmos que o nosso contributo, por mais pequeno que seja, é uma ajuda, já não ficaremos indiferentes”, prosseguiu o Presidente do Governo.

No total, são cerca de 40 voluntários que estão ao serviço do projeto Zero Desperdício e promovem o reaproveitamento de excedentes de alimentos, confecionados e recolhidos em estabelecimentos de Ponta Delgada, que constituem depois as refeições que são entregues a famílias de São Roque, Fajã de Baixo, São Pedro e São Sebastião.

São apoiadas atualmente cerca de 70 pessoas.

O Governo dos Açores, que tem a solidariedade como um valor intrínseco das políticas públicas, tem neste momento, em apoios diretos à natalidade, um total de 742 famílias apoiadas, sendo de lembrar que as creches na Região passaram a ser gratuitas – são já mais de 3.000 as crianças abrangidas.

Os manuais escolares passaram a ser gratuitos para todos os alunos do 1.º ciclo, e com a desmaterialização dos manuais, já foram abrangidos os alunos do 2º ciclo e parte do 3º ciclo.

O ‘plafond’ do COMPAMID passou de 315 euros, em 2019, para 579 euros, em 2023, abrangendo mais de 22 mil pessoas, enquanto se atribuem bolsas de estudo aos estudantes: foram atribuídas 450 bolsas de estudo a alunos carenciados do ensino superior e mais de 1.000 alunos foram abrangidos com o programa de apoio ao pagamento de propinas.

Há também, com este Governo, um programa para envelhecer em casa, o “Novos Idosos”, que tem vindo a ser alargado a vários concelhos e contempla atualmente 157 idosos.

© Governo dos Açores | Fotos: MM

Partilhar