28 de Outubro 2023 - Publicado há 210 dias, 20 horas e 23 minutos
Novos incentivos ao associativismo jovem incluem mais financiamento, mais despesas elegíveis e mais tempo para candidaturas
location Ponta Delgada

Secretaria Regional da Juventude, Qualificação Profissional e Emprego

O novo Sistema de Incentivos à Atividade Associativa Jovem (SIAJ), cuja regulamentação está a ser preparada pelo Governo dos Açores e que deverá ser publicada durante o mês de novembro, inclui mais financiamento, mais despesas elegíveis e mais tempo para candidaturas, adiantou esta sexta-feira a Secretária Regional da Juventude, Qualificação Profissional e Emprego.

Maria João Carreiro, que falava na abertura da InterAJ – Oficina de Capacitação das Associações Juvenis, a decorrer na ilha de São Miguel até amanhã, domingo, explicou que “este novo sistema de apoio está a ser construído para ampliar as condições operacionais e financeiras essenciais para capacitar e dinamizar ainda mais a atividade das associações juvenis da Região”. 

Entre as principais novidades antecipadas pela titular da pasta da Juventude está o aumento considerável do valor atribuído para despesas correntes das associações, passando para até 30% do montante total atribuído a cada Associação em comparação com o valor anteriormente atribuído para esse efeito, que em média totalizava 300/400 euros por Associação.

Nas despesas correntes passam ainda a estar incluídas despesas com recursos humanos e com manutenção de veículos das associações. As viagens aéreas vão ser elegíveis nas atividades e integram-se, ainda, as despesas com a alimentação à taxa intermédia do IVA, aumentando a tipologia de bens alimentares elegíveis como despesa financiada, acrescentou Maria João Carreiro.

Outra das melhorias no novo sistema de apoio ao associativismo é o aumento do período de candidaturas de 30 para 45 dias – numa pronta resposta à reivindicação das associações juvenis.

Ainda de acordo com a Secretária Regional, a Associação Académica da Universidade dos Açores passa a estar integrada no Registo Açoriano de Associações de Juventude, “uma decisão que põe fim a uma injustiça, tantas vezes denunciada e nunca atendida, que impossibilitava esta associação de concorrer em igualdade de circunstâncias com as demais ao sistema de apoios”.

“Mantemos o nosso firme compromisso de promover as condições para uma reforçada afirmação da importância estratégica dos jovens e das suas associações representativas para a integração e participação públicas, através das mais diferentes causas que servem o interesse da comunidade”, afirmou Maria João Carreiro, perante uma plateia de cerca de 50 jovens participantes na InterAJ.

Esta Oficina de Capacitação das Associações Juvenis junta em São Miguel dirigentes associativos e representantes de associações juvenis das ilhas de Santa Maria, São Miguel, Terceira, Pico, Faial, São Jorge e Corvo, bem como da Região Autónoma da Madeira e do Continente (CNJ e FNAJ), em representação de 28 associações, grupos de jovens e entidades públicas de Juventude.

A InterAJ, promovida através da Direção Regional da Juventude, é um espaço de diálogo no qual os dirigentes e representantes das associações juvenis têm a oportunidade de abordar os novos desafios e oportunidades para o associativismo jovem, através de sessões de trabalho na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada, na Biblioteca Municipal Daniel de Sá, na Ribeira Grande, e na sede da Associação UnoJovens de Ponta Garça, em Vila Franca do Campo.

Esta 3.ª edição é dedicada ao tema “Do online ao SMART Youth Talk”, tema que se insere na grande temática da transição digital e do trabalho associativo no plano online.

“Espero que a InterAJ possa significar o reforço do vosso conhecimento, designadamente sobre a cada vez mais atual relação entre transição digital, o online e a juventude e as potencialidades e oportunidades deste tripé para o associativismo juvenil”, concluiu Maria João Carreiro.  

© Governo dos Açores | Fotos: SRJQPE

Partilhar