Telefone:
Fax:

Nota de Boas Vindas

A capacidade científica de investigação e inovação tem profundos impactos socioeconómicos. As regiões que se distinguem pelo investimento num sistema científico baseado no mérito e na exigência, suportado por processos competitivos e transparentes, são aquelas a quem cabe maior resiliência perante adversidades e maior competitividade no futuro, nos vários setores económicos. O robustecimento da Região Autónoma dos Açores em CI&I (Ciência, Investigação e Inovação) é, essencialmente, a aposta calculada na capacitação da Região como um todo.

A Direção Regional da Ciência e Transição Digital tem por missão assegurar as condições legais e técnicas para promover os Açores como uma sociedade baseada no conhecimento, alavancada nos alicerces da investigação científica fundamental e aplicada, da inovação e da transição digital.

No desenvolvimento das suas competências, a DRCTD utiliza, entre outros, mecanismos como a atribuição de bolsas de formação avançada; a promoção da estabilidade das equipas de investigação através da contratação de investigadores; a integração dos Centros de Investigação e dos investigadores do Sistema Científico e Tecnológico dos Açores em redes internacionais de investigação e inovação; a promoção da Ciência em geral, através de ações e projetos de divulgação a efetuar nos Centros de Ciência; o financiamento ou cofinanciamento de programas e projetos de investigação científica, de desenvolvimento experimental, de inovação e modernização tecnológica, e da transição e transformação digital da sociedade, acompanhando a sua execução.

"O robustecimento da Região Autónoma dos Açores em CI&I (Ciência, Investigação e Inovação) é, essencialmente, a aposta calculada na capacitação da Região como um todo."