6 de Junho 2021 - Publicado há 7 dias, 11 horas e 53 minutos
Alonso Miguel premeia excelência ambiental nos alojamentos turísticos Açorianos
location Ponta Delgada

Secretaria Regional do Ambiente e Alterações Climáticas

O Secretário Regional do Ambiente e Alterações Climáticas atribuiu, este sábado, Dia Mundial do Ambiente, o galardão Miosotis Azores.

Alonso Miguel salientou a importância deste galardão, que premeia a excelência ambiental dos alojamentos turísticos Açorianos e o esforço realizado para garantir boas práticas do ponto de vista da sustentabilidade ambiental, realçando o esforço adicional do setor atendendo a todas as dificuldades encontradas no último ano e meio com a pandemia da covid-19.

O Secretário Regional do Ambiente e Alterações Climáticas assegurou que a área por aí tutelada estará sempre lado a lado nesta jornada da sustentabilidade ambiental, garantindo um trabalho árduo e constante, na preservação, conservação e promoção do património natural dos Açores, a par da inovação e auxílio na implementação de boas práticas ambientais na indústria turística.

“Só assim, juntos, conseguiremos garantir a manutenção da nossa primeira riqueza, que é a nossa qualidade ambiental, bem como salvaguardar a notoriedade das nossas nove ilhas e assegurar o seu posicionamento entre os locais mais procurados do mundo”, disse.

Foi com esta premissa que, em 2012, nasceu o galardão Miosotis Azores, que pretende distinguir as boas práticas levadas a cabo pelas unidades de alojamento.

Atualmente, a Região conta com 136 unidades turísticas premiadas, sendo que 34 receberam este ano o galardão pela primeira vez.

Alonso Miguel referiu que este é um selo de reconhecimento ambiental regional, rigoroso e sem quaisquer custos associados, adaptado às caraterísticas locais, que disponibiliza um acompanhamento técnico no sentido de incentivar os alojamentos açorianos a implementarem boas práticas de sustentabilidade, valorizando e reconhecendo aqueles que o fazem.

O galardão abrange diferentes valências, nomeadamente ao nível da poupança de recursos, como água e eletricidade, da correta gestão de resíduos e da proteção e valorização da biodiversidade, bem como da promoção dos produtos e serviços locais, abrangendo diversas tipologias de empreendimentos turísticos, tais como a hotelaria tradicional, turismo em espaço rural e alojamento local.

© Governo dos Açores | Fotos: SRAAC

Partilhar